Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Escola Estadual do Pará tem experiência premiada nacionalmente

Experiência inovadora
A professora Gisele Nascimento Barroso, da Escola em Regime de Convênio Nossa Senhora da Conceição, distrito de Icoaraci, na cidade de Belém/PA, foi premiada pela 6ª edição do Prêmio Educar para a Igualdade Racial do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades - CEERT.
O Projeto de Intervenção foi realizado tendo como objetivo principal oferecer aos discentes experiências que propiciassem a positivação dos traços da cultura africana e afro-brasileira por meio da Literatura Infantil, contribuindo assim na formação identitária destes alunos e na superação do preconceito e discriminação étnico-racial no ambiente escolar.


Metodologia
Os percursos metodológicos deste projeto contaram com pesquisa bibliográfica acerca da literatura pertinente às relações raciais no Brasil e sobre a legislação vigente, voltadas a esta temática;
Socialização das ações a serem realizadas ao corpo docente da escola; 
Realização de sessões de contação de histórias e oficinas de desenhos e cerâmica tendo como base os livros “Menina Bonita do Laço de Fita” de Ana Maria Machado e “Bruna e a Galinha D’angola” de Gercilga de Almeida; 
Exposição das atividades na II Mostra de Arte e Cultura da escola.
Resultados alcançados
Trabalhar as relações étnico-raciais no ambiente escolar nos possibilitou desconstruir conhecimentos que inferiorizam as diferenças, bem como contribuiu na formação da identidade de crianças negras e não-negras para que possam ser cidadãos conscientes na luta pela igualdade racial. Isto pode ser visualizada na forma como o pertencimento étnico e a consciência de que somos também herdeiros da cultura africana é tratada hoje na escola.
Também motivou a escolha da africanidade como tema da Mostra de Arte e Cultura da escola.















Um comentário:

  1. Parabenizo a escola e a profesora dedicada, cujo exemplo deve ser seguido por muitos educadores.

    Jorge Farias
    Presidente da Comissão de Defesa daIgualdade Racial e Etnia da OAB.

    ResponderExcluir