Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

terça-feira, 26 de maio de 2015

MESA DE AUTÓGRAFOS COM ESCRITORES/AS NEGROS/AS PARAENSES

03 de junho, quarta-feira - 18h as 20h30
XIX Feria Pan-Amazônica do Livro
Hangar - No Estande da Secretaria de Estado de Educação (SEDUC)

Obra: Povos indígenas e afro-brasileiros: um estudo da diversidade do Brasil
Autores: Creusa Barbosa dos Santos - SEDUC
Paulo Sérgio Braga - UEPA
Rildo Costa - UEPA

Obra: Entre rios e florestas da Amazônia: perspectiva, memória e narrativa do negro em movimento
Autores: Marilu Campêlo - UFPA
Raimundo Jorge Nascimento - UFPA
Zélia Amador de Deus - UFPA

sexta-feira, 22 de maio de 2015

EGPA lança o Curso de Educação à Distância


 
A Escola de Governança Pública do Estado (EGPA) inicia o seu projeto de Educação à Distância, com inscrições abertas a partir de hoje até a próxima segunda-feira, 25, para o curso “Gestão Pedagógica – Ênfase na Elaboração do Planejamento Político Pedagógico (PPP)”. Com carga horária de 80 horas, o curso está aberto aos servidores públicos efetivos, temporários ou comissionados de todos os níveis de escolaridade.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Exposição: Reminiscências de Nzinga.

Coordenação geral do projeto: Mametu Nangetu (Oneide Monteiro Rodrigues)
Coordenação Técnica: Táta Kafunlumizo (ÂngeloImbiriba)
Curadoria:Táta Kinamboji (Arthur Leandro) e Isabela do Lago.
Onde: Galeria Theodoro Braga
Av. Gentil Bittencourt, 650(subsolo) – Nazaré - 66035-340 Belém-PA Tel. 91-3202-4313.
galeriatheodorobraga@gmail.com e gtb@fcptn.pa.gov.br.

“Cidadania e Tradições de Matriz Africana na Amazônia” formação política de povos tradicionais de matriz africana para o exercício do controle social e diálogo com a gestão pública.

 Seminário “Cidadania e Tradições de Matriz Africana na Amazônia” formação política de povos tradicionais de matriz africana para o exercício do controle social e diálogo com a gestão pública.
No sábado, dia 23 de maio, das 8h às 19h, na quadra da Escola de Samba Deixa Falar, na rua Cesário Alvin, 391, bairro da Cidade Velha, Belém/ PA.
Fone 91-32222197.
Com rodas de conversas sobre política cultural, tradições alimentares, segurança pública e políticas para a juventude e pessoa idosa. 
Realização: RENAFRO, FONSANPOTEMA, REATA, INSTITUTO NANGETU, ACIYOMI, ACAOÃ, UNIMAZ, TERREIRO ESTRELA GUIA, FESCAB-PA, IBANCA.
Apoio: GEAM/ UFPA/ PROEX 

Canto do Patrimônio/IPHAN-PA recebe a exposição “Nós de Aruanda – Artistas de terreiro”


nosdearuanda

Exposição “Nós de Aruanda – Artistas de terreiro”.
Onde: Superintendência do IPHAN no Pará – Canto do Patrimônio (Av. Governador José Malcher, nº 563, esquina com Tv. Rui Barbosa).
Horário de visitação: de segunda à sexta, das 9h às 18h.
 Encerramento: 29 de maio

O Canto do Patrimônio – sala de exposições da Superintendência do Iphan no Pará, reabre as suas portas para receber a riqueza artística dos povos e comunidades de matriz africana, com a exposição “Nós de Aruanda – Artistas de terreiro”, entre os dias 06 e 29 de maio de 2015.

Iphan promove seminário sobre patrimônio cultural dos quilombos de Oriximiná

No próximo dia 22 de maio vai acontecer, no Pará, o seminário Patrimônio Cultural dos Quilombolas de Oriximiná. O evento é uma parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com as comunidades quilombolas e a Cumbuca Produção Artística e Cultural.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Oriximiná dá passo importante para a implementação da Educação Escolar Quilombola



Mesa de abertura
Educação e identidade. Este foi o mote das intervenções dos participantes do Encontro de Formação Escolar Quilombola de Oriximiná/PA, ocorrido de 11 a 13 de maio de 2015 no Barracão Comunitário da Comunidade Quilombola do Lago do Moura. Foram dias de estudo e intensos debates sobre “análise e contextualização dos currículos frente às especificidades da Educação Escolar Quilombola”, enfocando os desafios e as estratégias para a implementação das “Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola na Educação Básica” no município.