Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

23 de agosto: Dia Internacional para Relembrar o Tráfico de Escravos e a Abolição

Uma tragédia do passado que questiona o nosso presente

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional para Relembrar o Tráfico de Escravos e a Abolição, 23 de agosto 2013

Por meio de suas lutas, de sua aspiração por dignidade e liberdade, os escravos contribuíram para a universalização dos direitos humanos.
Devemos ensinar os nomes dos heróis dessa história, porque eles são os heróis de toda a humanidade. Ao homenagear anualmente, em 23 de agosto, as mulheres e os homens que lutaram contra essa opressão, a UNESCO busca encorajar a reflexão e o debate sobre uma tragédia que deixou sua marca no mundo assim como ele é hoje.
Sob o Projeto A Rota do Escravo, a UNESCO visa a revelar a extensão e as consequências dessa tragédia humana e a retratar a riqueza das tradições culturais que povos africanos forjaram em meio a adversidades – na arte, na música, na dança e na cultura, em seu sentido mais amplo. Este ano, na véspera do vigésimo aniversário do Projeto A Rota do Escravo, designei, como um Artista da Paz da UNESCO, Marcus Miller, que terá a missão de promover o Projeto A Rota do Escravo da UNESCO e transmitir mensagem de respeito desse projeto por meio da música. Esse empenho contribuirá para os esforços para a Década dos Povos Afrodescendentes (2013-2022), proclamada pelas Nações Unidas em 2012.
O tráfico de escravos não é apenas algo do passado: é nossa história e tem moldado a face de muitas sociedades modernas, criando laços indissolúveis entre povos e continentes, e transformando, de forma irreversível, o destino, a economia e a cultura das nações. Estudar essa história equivale a homenagear os combatentes pela liberdade e reconhecer suas contribuições singulares para a afirmação dos direitos humanos universais. Eles estabeleceram um exemplo para continuarmos a luta pela liberdade, contra o preconceito racial herdado do passado e contra novas formas de escravidão que subsistem até hoje e afetam em torno de 21 milhões de pessoas.
Hoje, convido todos os governos, as organizações da sociedade civil e os parceiros privados a redobrar seus esforços para transmitir essa história. Que isso seja uma fonte de respeito e um chamamento universal em prol da liberdade para as futuras gerações.
Neste Dia de Comemoração, a UNESCO convida todos os povos a relembrar, refletir sobre as consequências do passado em nosso presente, sobre as novas exigências de viver-se em conjunto em nossas sociedades mutilculturais e sobre a luta contra as formas contemporâneas de escravidão, das quais milhões de seres humanos ainda são vítimas.

Irina Bokova

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Saiu a lista dos inscritos no curso A Cor da Cultura em Belém

O Curso A Cor da Cultura a ser realizado em Belém, no período de 26 a 30 de agosto de 2013 terá sua abertura no dia 26 de agosto de 2013, às 14 horas, com a exposição “Do lugar do Outro”, do fotógrafo Walter Firmo.
A cerimônia de abertura contará com a presença de representantes das secretarias municipal e estadual de Educação, do Ministério da Educação e das instituições parceiras.
Em seguida a mesa redonda contará com a presença de Profª DZelia Amador e do conferencista Nei Lopes mediada pela Coordenadora Geral do Projeto A Cor da Cultura, Sra. Ana Paula Brandão.
No encerramento Nei Lopes  fará um pocket show e apresentará algumas de suas composições.
A programação de abertura marcará o início da formação, já contabilizando como primeiro dia de assinatura na lista de presença. Mas também está aberta ao público com entrada franca.

Evento de abertura
Horário: 14 as 18 horas
Local: Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia
Endereço: Av. Dr. Freitas s/n - Marco - Belém - Pará - CEP: 66.613-902
Entrada franca

Horário da Formação:
Horário: 8 as 17 horas
Local: Faculdade Ipiranga – Campus Chaco
Travessa Chaco, nº 1909 – 3º andar

Acesse abaixo a lista de inscritos em Belém




Atenção!


Informamos aos demais inscritos das Escolas dos Municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara, mas não estão nesta primeira lista, que nos esforçaremos para garantir sua participação em um segundo momento no local e período a serem confirmados e divulgados no site da SEDUC.

COPIR/DEDIC/SEDUC


A Cor da Cultura é um projeto educativo de valorização da cultura afro-brasileira, fruto de uma parceria entre o Canal Futura, a Petrobras, o Cidan – Centro de Informação e Documentação do Artista Negro, a TV Globo e a Seppir – Secretaria especial de políticas de promoção da igualdade racial. O projeto teve seu início em 2004 e, desde então, tem realizado produtos audiovisuais, ações culturais e coletivas que visam práticas positivas, valorizando a história deste segmento sob um ponto de vista afirmativo. 
O objetivo geral do Projeto A Cor da Cultura é contribuir para a efetivação da Lei 10.639/03, que estabelece a inclusão e valorização dos conteúdos sobre “História e cultura Afro-Brasileira” no currículo escolar.
É importante ressaltar os ganhos que os educadores terão com a formação continuada, bem como do recebimento dos kits educativos nas escolas, os quais contribuirão para a implementação da Lei 10.639/2003 e para o desenvolvimento de uma educação pública de qualidade que viabilize a igualdade de direitos, a inclusão da diversidade e a superação das práticas discriminatórias no contexto escolar. 
LEIA NA ÍNTEGRA O MARCO CONCEITUAL

terça-feira, 20 de agosto de 2013

IV Ciclo Nacional de Conversas Negras: “Agosto Negro Ou o Que a História Oficial Ainda Não Conta”

Acontece de 28 a 30 de agosto, em Belém do Pará, o IV Ciclo Nacional de Conversas Negras: “Agosto Negro Ou o Que a História Oficial Ainda Não Conta”, uma iniciativa do Instituto Raízes de Áfricas, representação do movimento negro em Alagoas,  com a  importante parceria do  Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro, do Instituto Federal do Pará.
Em sua  quarta edição o Conversas Negras reunirá ,em Belém do Grão Pará,  pesquisador@s de diversos estados do Brasil, dentre eles Alagoas, Espirito Santo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e do  estado sede, Pará.
Para a organização,  o IV Ciclo  se constitui em um palco privilegiado e  plural  para não só refletir a  diversidade dos movimentos sociais, como também,   debater e propor estratégias, visando o  ativismo  e controle  social,   tendo como foco a implementação das políticas públicas, nos espaços de formalização institucional , em especial a Lei nº10.639/03.

III Encontro Estadual dos Quilombolas do Pará


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

VIII Congresso Brasileiro de Pesquisadores (as) Negros(as)

Ocorrerá em Belém do Pará em 2014 o VIII Congresso Brasileiro de Pesquisadores (as) Negros(as) na Universidade Federal do Pará. O  site e facebook, já estão no ar e nestes, constam  apresentação, programação, histórico, cronograma e muitas outras informações. Em breve será disponibilizado informações sobre Grupos de trabalho, mesa redondas e atividades. Participem, divulguem, 
Site COPENE: 
http://www.para2014.copene.org/site/capa


Facebook 
COPENE:
https://www.facebook.com/copene.belem


sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Tudo o que você gostaria de saber sobre macumba e nunca teve coragem de perguntar

Lei 10.639/03- Tudo o que você gostaria de saber sobre macumba e nunca teve coragem de perguntar

Lei 10.639/03

Vídeo produzido pela Vila Cultural Alma Brasil para o Prêmio Griô na Escola e na TV, sobre a mestre Griô Yá Mukumby.
...

Municípios do Pará realizam Conferências de Igualdade Racial

Nesta sexta-feira (9), ocorrerá em Baião a continuidade das conferências promovidas pela Coordenação de Promoção da Igualdade Racial, vinculada à Secretaria de Justiça de Direitos Humanos (Sejudh). As conferências tiveram início em Moju e Marabá, durante os dias 26 e 27 de julho, respectivamente.
Nesta etapa, o evento contará com a presença da Conselheira Nacional de Matriz Africana e da coordenadora de Promoção da Igualdade Racial, Byany Sanches, com a participação de entidades negras, povos tradicionais quilombolas, indígenas e de matrizes africanas. Terá início às 9 horas da manhã, na Biblioteca Municipal (Rua Eça de Queirós, 54) e o credenciamento será feito na hora.
A Conferência tem como objetivo avaliar as políticas públicas dos últimos 10 anos no Pará, mostrando os avanços e desafios, dessa maneira, busca superar as desigualdades étnico–raciais. “Democracia e desenvolvimento por um Pará sem racismo” será o tema abordado na palestra. Na próxima terça-feira (13), será a vez do município de Altamira sediar o evento.

Fonte: Site da SEJUDH / Raissa Cardoso

Saiba o que é a CONAPIR

Agosto Negro na Cabanagem - Belém/PA

2º Mutirão de Grafiti
Contra o extermino da Juventude Negra

Esta edição do Projeto Mutirões de Graffiti é uma iniciativa do Levante da Juventude, Coletivo Casa Preta e Coletivo Cosp Tinta que visam conscientizar e expressar a potencialidade da população, pobre, afro-brasileira em seus valores. Esta ação a partir da utilização do graffiti, fonte mais próxima da juventude negra, vem ao mesmo tempo, promover a cultura Hip-Hop em um espectro da promoção da igualdade racial, resgatando assim a história de resistência do povo negro através de um elemento negro urbano que é a arte do graffiti. 
 
10 de Agosto
Local: Centro Cultural Cabanagem
Endereço: Alameda João Paulo nº 17,
Bairro da Cabanagem, no final do conjunto Jardim Europa na av. Mario Covas


Inicio: 08:00 da manhã as 18:00
Cinema, debates, grafiti, rap, dança de rua, oficinas e etc...
Organização: Levante Popular da Juventude, Coletivo Casa Preta, Coletivo Cosp Tinta Crew

Informações: (91) 82008412/ 87263742
 

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Seduc começará a seleção para professores da Educação de Jovens e Adultos

  
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizará, no período de 5 a 09 de agosto, o credenciamento destinado ao preenchimento de 507 vagas para professores do Ensino Fundamental e Médio, que ministrarão aulas na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), nas áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Códigos, Linguagens e Matemática.
O credenciamento pode ser feito no site www.seduc.pa.gov.br. A seleção será realizada pela análise curricular, de acordo com o Edital 001/2013, publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (31).

A ampliação do número de vagas no Ensino Fundamental e Médio do EJA, na modalidade presencial, visa contribuir para a expansão da oferta do Programa Brasil Alfabetizado, a fim de beneficiar moradores da zona rural, de comunidades quilombolas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade, nas Unidades Prisionais.

Os municípios contemplados com vagas são Juruti, Acará, Igarapé-Miri, Moju, Faro, Alenquer, Bragança, Augusto Corrêa, Tracuateua, Capanema, Breves, Curralinho, Portel, Anajás, Oeiras do Pará, Tucuruí, Marabá, Redenção, Cachoeira do Arari, Salvaterra, Gurupá, Chaves, Porto de Moz, Cumaru do Norte, Parauapebas, Abaetetuba, Igarapé-Açu, Tomé-Açu, Paragominas, Santarém, Belterra, Oriximiná, São Félix do Xingu, Ourilândia do Norte, Jacareacanga, Altamira, Ananindeua, Belém, Marituba, Santa Izabel do Pará, Mocajuba, Santa Bárbara do Pará, Santo Antônio do Tauá, Castanhal, Santa Luzia do Pará, Viseu, Itaituba, Mocajuba e São Caetano de Odivelas.

Os candidatos precisam ter Ensino Superior completo e perfil para atender o público prioritário do EJA, com disponibilidade para deslocamento e permanência em comunidades distantes, além de apresentar a declaração de inexistência de vínculo com o Estado. O resultado da seleção será divulgado no dia 3 de setembro, no site da Seduc.

Mais informações sobre documentação necessária, critérios de desempate, quadro completo do número de vagas, remuneração e cronograma estão disponíveis no edital, publicado no site www.seduc.pa.gov.br.

Texto: Eliane Cardoso
Ascom/Seduc
  
Downloads