Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

segunda-feira, 22 de abril de 2013

O mapa do neonazismo no Brasil

Segundo pesquisadora, os grupos neonazistas eram predominantes no sul do país, mas nos últimos anos têm crescido vertiginosamente no Distrito Federal, em Minas Gerais e em São Paulo

Por Léo Rodrigues, do Portal EBC

O crescimento do número de simpatizantes neonazistas tem se tornado uma tendência internacional. É o que aponta um monitoramento da internet realizado pela antropóloga e pesquisadora da Unicamp, Adriana Dias. De 2002 a 2009, o número de sites que veiculam informações de interesse neonazistas subiu 170%, saltando de 7.600 para 20.502. No mesmo período, os comentários em fóruns sobre o tema cresceram 42.585%.

Inscreva-se na atividade da Copir na Feira do Livro

A Copir estará promovendo uma das atividades da programação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) na XVII Feira Pan-Amazônica do Livro, que acontece entre os dias 26 de abril e 5 de maio, no Hangar- Centro de Convenções e Feiras da Amazônia - Belém/PA. 
A inscrição é gratuita e aberta ao público em geral, incluindo todos os servidores e estudantes da Rede Estadual de Ensino, e pode ser feita no portal da instituição na internet (www.seduc.pa.gov.br).
Título: Dez anos da Lei 10.639: Experiências pedagógicas de superação do racismo no ambiente escolar.
Data e hora: 04 de maio de 2013 (sábado), de 18 às 19h30.
Composição da Mesa: Prof. Amilton Barretto (mediador) e Profa. Gisele Barroso (palestrante).
Para se inscrever é só clicar aqui 
Vamos marcar presença!
Conheça abaixo a proposta de ação da Copir

Convite para seminário virtual sobre a Lei 10.639




Para saber mais clique aqui

O seminário Virtual na modalidade a distância, objetiva realizar uma comemoração reflexiva dos 10 anos da Lei 10.639/03 em rede, na Plataforma "Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment"- Moodle, no portal da Fundação Joaquim Nabuco - FUNDAJ.

A ideia de realização do Seminário nasceu em Florianópolis, no último Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros. A proposta é que ele seja realizado pelo Consórcio Nacional de Núcleos de Estudos Afro Brasileiros - CONNEABs, pela Associação Brasileira de Pesquisadores Negros - ABPN, pelo GT 21, “Educação e Relações Étnico-Raciais”, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação - ANPED, pela Fundação Joaquim Nabuco e pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades - CEERT.

O Seminário pretende realizar uma discussão sobre diferentes aspectos relacionados às conquistas e aos desafios presentes nos processos de implementação da Educação das Relações Étnico-Raciais nas redes de Ensino.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Presidenta Dilma Rousseff convoca III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial

Decreto publicado no Diário Oficial da União de hoje (17/04), convoca a III CONAPIR para o período de 5 a 7 de novembro de 2013, em Brasília, com o tema Democracia e Desenvolvimento por um Brasil Afirmativo

A presidenta da República, Dilma Rousseff, convocou a III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (III CONAPIR), através de Decreto publicado hoje (17/04), no Diário Oficial da União. A III CONAPIR será realizada no período de 5 a 7 de novembro de 2013, em Brasília, Distrito Federal, com o tema "Democracia e Desenvolvimento por um Brasil Afirmativo".

quarta-feira, 17 de abril de 2013

terça-feira, 16 de abril de 2013

Representação Política e Enfrentamento ao Racismo

 

MLG

SEPPIR faz Seminário em Salvador-BA Representação Política e Enfrentamento ao Racismo

O evento terá transmissão em tempo real
pelo link


segunda-feira, 15 de abril de 2013

I Congresso Nacional de Educação Para as Relações Étnico-raciais Identidades e Alteridades

Identidades e Alteridades
RENAFOR / UFCG – SECADI / MEC
Universidade Federal de Campina Grande
13 a 16 de maio de 2013
O debate e a problematização das relações étnico-raciais torna-se foco deste I Congresso Nacional em que a temática é posta em evidência no cenário dos questionamentos a que tem dado atenção a comunidade acadêmica da UFCG. Evento que é formalizado a partir de uma conexão com o curso de Atualização e Aperfeiçoamento “Educação para as relações étnico-raciais” da base da SECADI/MEC da rede nacional de formação continuada, iniciado em outubro de 2012 e que é voltado para professores da rede publica de ensino da Paraíba.  Desde a projeção inicial do curso que os idealizadores da proposta, docentes da UAHis/UFCG, demonstraram interesse em dar destaque à variados aspectos que estão na base da historicidade do campo das relações étnico-raciais, sendo consideradas as tensões que o alimentam.

Ciclo de Estudo em história da África em Marabá

N'UMBUNTU APRESENTA:

PROGRAMA:
DAS 08:30 H às 16:00 H
LOCAL: AUDITÓRIO CAMPUS I - UFPA
Endereço: Endereço: Folha 31, Quadra 7, Lote Especial S/N, Nova Marabá - Marabá-Pa

-DIA 27 DE ABRIL DE 2013

TEMA: NOSSO OLHAR E INTERESSE SOBRE ÁFRICA: A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA DA ÁFRICA PARA OS SISTEMAS DE ENSINO BRASILEIRO

COORDENAÇÃO: PROF. DR. IVAN COSTA LIMA, PROFA. DRA. GISELA VILLACORT




INSCRIÇÕES:
Via email do NUMBUNTU@GMAIL.COM ou diretamente na FCED, colegiado de pedagogia, campus I, no horário das 08:00 às 17:00 H, até o dia 19 de Abril de 2013.

BID seleciona estudantes negros e indígenas para atuar como assistente de pesquisa no Brasil

As inscrições acontecem até o dia 22 de abril. Para mais informações, acesse o edital. Parceria com a Universidade de Brasília selecionará alunos de pós-graduação para atuar em operações
BID seleciona estudantes negros e indígenas para atuar como assistente de pesquisa no Brasil
As áreas preferenciais de conhecimento são Ciências Sociais, Direito, Política Pública, Economia, Administração de Empresas, áreas de engenharia ou similares

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou o programa Afirme seu Talento, que selecionará quatro estudantes de pós-graduação para atuarem como assistentes de pesquisa em atividades de apoio à realização de projetos na carteira do Banco no Brasil.

As inscrições acontecem até o dia 22 de abril. Para mais informações, acesse o edital:  http:__www.unb.br_noticias_downloads_Edital_20-_20Programa_20Afirme_20seu_20Talento_20BID.pdf. O valor da bolsa deve variar entre R$ 2.000,00 e R$ 2.800,00, com carga horária compatível para estudantes de pós-graduação, acordada entre o bolsista, o BID e a UnB. Os estudantes selecionados receberão capacitação antes de iniciarem as atividades.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

ONU premia indígena brasileiro por trabalho de preservação ambiental na Amazônia

Almir Narayamoga
             Foto: Paiter.org              

O índio rondoniano Almir Narayamoga foi condecorado com o prêmio “Heróis da Floresta” durante o Fórum das Nações Unidas sobre Florestas na última quarta-feira (10). O líder do povo Paiter-Surui desenvolveu um projeto de preservação da Amazônia através de uma parceria com o Banco Mundial e o Google.

No Fórum, que está acontecendo em Istambul, na Turquia, o indígena explicou que seu povo foi reduzido de 5 mil para 292 pessoas desde que iniciou o contato com não indígenas, em 1968.

terça-feira, 9 de abril de 2013

UFPA vai sediar Congresso de Pesquisadores Negros em 2014


A UFPA assinou um termo de cooperação com a Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN), formalizando o apoio que dará continuidade aos procedimentos para a realização do Congresso de Pesquisadores Negros (COPENE) edição 2014.
A reunião que definiu a parceria ocorreu no gabinete da Pró-Reitoria de Planejamento (PROPLAN) e contou com as presenças da Comissão que está organizando o Congresso. O evento ocorre a cada dois anos e a sua próxima versão será sediado na UFPA.

ANTROPOLOGIA EM FOCO III: Povos Indígenas: Etnicidades e Direitos no Século XXI

O evento, em sua terceira edição, tem por objetivo ser um fórum de debates sobre a interdisciplinaridade em Antropologia com relação a temas de relevância para a Pan-Amazônia, oportunizando o diálogo entre acadêmicos seniors que apresentam resultados de pesquisas realizadas e estudantes de pós-graduação e graduação que iniciam suas trajetórias junto ao PPGA — Programa de Pós-Graduação em Antropologia nos quatro campos da Antropologia e suas interfaces disciplinares.
Em 2013 serão debatidos o estado da arte nas pesquisas em três grandes eixos temáticos:
1. Etnodesenvolvimento, Diversidade & Políticas Étnicas
2. Territórios Étnicos: Passado, Presente e Perspectivas Futuras
3. Políticas Indígenas & Indigenistas
Promoção: Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA)
 
Data: 22, 23 e 24 de maio de 2013
Local: Auditório Prof. Dr. Manuel Ayres / novo prédio de ensino do Instituto de Ciências Biológicas - ICB

Veja a PROGRAMAÇÃO
Normas para submissão de Resumos e Trabalhos Completos AQUI
Acesse Ficha de Inscrição AQUI

Notícias Seppir


 
 

Curta-Afirmativo tem inscrições reabertas até 19 de abril

Inscrições devem ser feitas na página Salic Web http://sistemas.cultura.gov.br/propostaweb/
 As inscrições para o edital de apoio à produção de curta-metragem 'Curta-afirmativo: Protagonismo da Juventude Negra na Produção Audiovisual', lançado pela Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MINC) em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) foram reabertas. O novo prazo passa a ser às 18h do dia 19 de abril. A quantidade de propostas a serem apoiadas também aumentou, passando para 30 filmes. Confira

 

SEPPIR articula agendas de promoção da igualdade racial no Peru, Equador e Colômbia

Objetivo - Estreitar os laços de cooperação entre a SEPPIR e as instituições responsáveis pelo combate ao racismo e à discriminação racial e pela promoção da igualdade racial no Peru, Equador e Colômbia, assim como aprofundar o intercâmbio regional sobre o tema, tanto no âmbito da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) como da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos CELAC. Leia mais

 

Movimento Negro perde Maurília Queiroga

Especialista em Bioética e em Políticas Públicas, Maurília, militante histórica do movimento negro brasileiro, faleceu ontem (07-04), em Belo Horizonte. Velório acontece no Barreiro de Baixo, rua Vicente de Azevedo, 393, e o enterro no Cemitério Parque das Colinas, às 15h.

 

Parceria entre SEPPIR e TJ possibilita capacitação de operadores do Direito em Alagoas

Acordo de cooperação assinado pela ministra Luiza Bairros e pelo presidente do TJ de Alagoas, Tutmés Airan, possibilitou a realização do curso. Saiba mais

 

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social contempla Comunidades Tradicionais

Sétima edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social traz duas novas categorias. Outra novidade é a premiação, em dinheiro, para os segundos e terceiros lugares em cada categoria. Confira
 
 

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Primeiras respostas das escolas estaduais à mobilização da lei 10.639

Caminhada contra o racismo em Soure-Pa
A Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial (COPIR), que integra a Diretoria de Educação, Diversidade, Inclusão e Cidadania (DEDIC), atua visando a superação de práticas discriminatórias étnico-raciais no ambiente escolar.
Em 2013, comemoramos 10 anos de aprovação da Lei 10.639, que institui obrigatoriedade do ensino sobre História e Cultura Africanas e Afro-brasileiras nas instituições públicas e privadas de ensino, está sendo promovida a Campanha de Mobilização pela Implementação da Lei que solicita adesão das escolas para enviarem para o e-mail da Copir (copirseduc@gmail.com) seu plano de ação, dos eventos/projetos da temática etnicorracial que serão desenvolvidos ao longo do ano letivo.
Para tanto, em resposta a essa campanha, publicamos o quadro de representação das ações pertinentes a mobilização pela implementação da lei 10.639 das escolas Públicas do Estado do Pará, parabenizando-as por esta prática de incentivo a uma sociedade mais justa e igualitária.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Boletim Ceert


Boletim CEERT - Ano IV - número 33 - Março 2013
Educação
Pequenas meninas negras e o papel da escola
Março é um mês marcado por lutas históricas. Há o 08 de março - Dia internacional da mulher - e o dia 21 - Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. Dentre as várias bandeiras...- Leia Mais...

Educação
Prof.Dr. Kabengele Munanga faz considerações sobre o PIMESP
"O que é afinal a bendita meritocracia medida pelos testes vestibulares? As potencialidades intelectuais inatas dos alunos ou a classe social à qual pertencem?"...- Leia Mais...
Educação
Audiência pública sobre o PIMESP
Evento é marcado pelo silêncio dos reitores e união dos movimentos sociais contra a proposta do governo estadual...- Leia Mais...
Gênero & mulher
Mulheres negras ainda são prejudicadas no desenvolvimento profissional
Dados do IBGE indicam que a parcela de mulheres registradas como pretas ou pardas tem rendimentos menores e taxas maiores de desocupação ...- Leia Mais...
Violência & segurança
Movimentos ocupam a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo
Secretário Fernando Grella Vieira não comparece à Audiência Pública. Comitê de Luta Contra o Genocídio promete mais protestos...- Leia Mais...
Links
Recomendamos
Contra o Genocídio da População Negra
Frente de lutas pró-cotas raciais
Publicação: Educação infantil, igualdade racial e diversidade
Evento
Educomunicação tem cor?
Evento gratuito faz reflexão sobre os 10 anos da Lei 10.639/03, a partir da perspectiva educomunicativa. A programação conta com debate e oficinas no intuito de colaborar para o ensino de História e Cultura Africana e Afro-brasileira. Local: Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo. Horário: 09h30. Inscrições gratuitas pelo site: www.afroeducacao.com.br
Leia Mais...
 
 
Expediente: Maria Aparecida Silva Bento (Edição); Juliana Gonçalves (Jornalista responsável - MTB.51.772/SP); Edison da Silva Cornelio (Tecnologia de Informação) e Shirley dos Santos (Coordenação geral).

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Seduc/PA leva às salas de aula lei que ensina sobre a história e a cultura africanas

A Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial (Copir), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), atua na implementação da Lei 10.639/2003, que, neste ano, comemora dez anos. Essa lei instituiu o ensino da história e cultura africanas e afrobrasileira na educação básica como estratégia de valorizar a contribuição dos negros na sociedade. "No Brasil, onde se criou historicamente um racismo velado, a escola é de fundamental importância para formação de pessoas que compreendam a importância de combater o preconceito e a discriminação racial", diz o coordenador em exercício da Copir, Tony Vilhena.
Segundo ele, a escola tem que cumprir o papel de disseminação da contribuição positiva das populações negras e indígenas na história e cultura brasileira, não desprezando, lógico, a contribuição da cultura européia. "Para isso, faz-se necessário trazer à tona um debate que a sociedade brasileira ainda tem dificuldades de assumir: a existência cruel do racismo que nega a igualdade de oportunidades e direitos para as pessoas não brancas, principalmente aos negros", afirma. As ações da Copir, explica, partem da perspectiva das políticas de reparação ao impedimento histórico que os negros tiveram ao tentar acessar direitos básicos de cidadania, "pois hoje se reconhece que os descendentes de africanos negros sofreram danos psicológicos, materiais, sociais, políticos e educacionais sob o regime escravista, bem como durante as políticas explícitas ou tácitas de branqueamento da população, de manutenção de privilégios exclusivos para grupos com poder de governar e de influir na formulação de políticas, no pós-abolição".
Conforme Tony Vilhena, "objetivamos fortalecer entre os negros e despertar entre os brancos a consciência negra. Entre os negros, poderão oferecer conhecimentos e segurança para orgulharem-se da sua origem africana; para os brancos, poderão permitir que identifiquem as influências, a contribuição, a participação e a importância da história e da cultura dos negros no seu jeito de ser, viver, de se relacionar com as outras pessoas, notadamente as negras".
Tony Vilhena cita a pesquisadora Eliane dos Santos Cavalleiro que afirma que o racismo na escola deixa marcas nos alunos difíceis de serem apagadas com o tempo. Nos alunos negros ele acarreta um sentimento de auto rejeição; desenvolvimento de baixa autoestima com ausência de reconhecimento de capacidade pessoal, timidez, pouca ou nenhuma participação em sala de aula; ausência de reconhecimento positivo de seu pertencimento racial; dificuldade de aprendizagem; e, finalmente, recusa de ir pra a escola (evasão) e exclusão escolar. Nos alunos brancos, o racismo cristaliza um sentimento irreal de superioridade racial, cultural, estética e intelectual, impedindo que reconheça a pluralidade como um bem social.
Diante dessa conjuntura, a Copir apresenta sete projetos permanentes que visam contribuir para a superação do racismo. Um deles é a a Cor da Escola, cujo objetivo é atuar na Região Metropolitana de Belém, estrategicamente nas Escolas de Tempo Integral, capacitando profissionais da educação na abordagem da temática das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. O outro é o "Projeto Educação, Etnicidade e Desenvolvimento: Fortalecimento de Negros e Negras Quilombolas na Educação Básica", objetivando contribuir para a elevação da aprendizagem dos alunos quilombolas ampliando o acesso a outros níveis e modalidades de ensino, evitando a evasão e repetência. Aplicação das Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Escolar Quilombola. Há, ainda, os projetos Projeto Afro Pará, Encontro do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial (Fopeder), Encontro de Elaboração de Conteúdos sobre a temática da diversidade étnico-racial e o II Seminário de Ensino Religioso e Educação das Relações Étnico-Raciais.