Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

PRÊMIO ORIRERÊ

Vencedores do prêmio Orirerê na Assembleia Legislativa do Paraná
Os 13 projetos vencedores da terceira edição do Orirerê – Cabeças Iluminadas foram premiados no dia 20 de novembro, em sessão da Assembleia Legislativa do Paraná. Os projetos foram avaliados pela Secretaria de Estado da Educação, Secretaria Municipal de Educação de Curitiba, Fórum Permanente de Educação para as Relações Étnico-raciais, Conselho Municipal e Estadual de Educação.
A premiada Silvana Maria de Lara recebe os cumprimentos.
Foto / Katia Velo

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Escola Estadual do Pará tem experiência premiada nacionalmente

Experiência inovadora
A professora Gisele Nascimento Barroso, da Escola em Regime de Convênio Nossa Senhora da Conceição, distrito de Icoaraci, na cidade de Belém/PA, foi premiada pela 6ª edição do Prêmio Educar para a Igualdade Racial do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades - CEERT.
O Projeto de Intervenção foi realizado tendo como objetivo principal oferecer aos discentes experiências que propiciassem a positivação dos traços da cultura africana e afro-brasileira por meio da Literatura Infantil, contribuindo assim na formação identitária destes alunos e na superação do preconceito e discriminação étnico-racial no ambiente escolar.


Metodologia
Os percursos metodológicos deste projeto contaram com pesquisa bibliográfica acerca da literatura pertinente às relações raciais no Brasil e sobre a legislação vigente, voltadas a esta temática;
Socialização das ações a serem realizadas ao corpo docente da escola; 
Realização de sessões de contação de histórias e oficinas de desenhos e cerâmica tendo como base os livros “Menina Bonita do Laço de Fita” de Ana Maria Machado e “Bruna e a Galinha D’angola” de Gercilga de Almeida; 
Exposição das atividades na II Mostra de Arte e Cultura da escola.
Resultados alcançados
Trabalhar as relações étnico-raciais no ambiente escolar nos possibilitou desconstruir conhecimentos que inferiorizam as diferenças, bem como contribuiu na formação da identidade de crianças negras e não-negras para que possam ser cidadãos conscientes na luta pela igualdade racial. Isto pode ser visualizada na forma como o pertencimento étnico e a consciência de que somos também herdeiros da cultura africana é tratada hoje na escola.
Também motivou a escolha da africanidade como tema da Mostra de Arte e Cultura da escola.















quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Nomes Afro e Africanos e Seus Significados








Livro: Alma Africana - No Brasil - Os Iorubás
De Romilda Iyakemi Ribeiro
LINK PARA DOWNLOAD: http://sdrv.ms/Rbig8f











(Re) Lançamento do Livro Cartografia Social dos Afrorreligiosos em Belém do Pará - Religiões Afro Brasileiras e Ameríndias da Amazônia: afirmando identidades na diversidade.

  
As lideranças de Terreiros da “Nação Angola” convidam para o (Re) Lançamento do Livro Cartografia Social dos Afrorreligiosos em Belém do Pará - Religiões Afro Brasileiras e Ameríndias da Amazônia: afirmando identidades na diversidade

Dia 28 de Novembro (quarta-feira) às 17h, no Terreiro Mansu Nangetu – Trav. Pirajá, 1194 (entre Duque e 25) Belém-PA - Telefone: (91) 3226-7599 

Será servido um coquetel com pratos tradicionais da culinária de terreiros afro-amazônicos, como uma forma de resgate da identidade do paladar dos povos de terreiros.

Escola estadual de Dom Eliseu desenvolve projeto da Semana da Consciência Negra

A escola estadual Luiz Gualberto Pimentel, em Dom Eliseu/PA, promoveu o projeto da Semana da Consciência Negra com o tema "Um Brasil, muitas Áfricas", nos dias 17 e 20 de novembro.
No dia 17 de novembro ocorreu a parte lúdica com show de calouro, desfile da Beleza Negra, Danças afrobrasileiras e venda de comidas afrobrasileiras. 
Já no dia 20 ocorreram seminários e formações nos três turnos. Além das esplanações dos alunos, registrou-se a presença de um engenheiro civil de origem angola que trabalha no Brasil. Ele relatou diversas questões relacionadas ao que é ser negro no Brasil e na África. A merenda escolar do turno matutino foi feijoada, nos turnos vespertino e noturno houve um banquete afro após o seminário.
Os objetivos do projeto foram alcançados. Segundo a professora Josélia dos Reis "as atividades contribuíram para o fortalecimento das discussões de uma educação antirracista, combatendo a intolerância, o preconceito, a discriminação e o racismo".
Diante do sucesso da atividade, a Copir já inseriu a escola no planejamento de 2013 para receber outros projetos que visem a disseminação do respeito à diversidade, colaborando para a formação de cidadãos críticos e aptos para atuarem na sociedade como agentes transformadores.





terça-feira, 27 de novembro de 2012

Dia Nacional da Consciência Negra na Praça


 

  A COPIR em parceria com a APCR – Associação Paraense da Cultura Reggae - promoveu na manhã deste domingo, 25 de novembro, na Praça da República, em Belém/PA, uma programação festiva em alusão ao dia 20 de Novembro, como Dia Nacional da Consciência Negra.

Na abertura do evento o técnico da COPIR Tony Vilhena ressaltou a importância da valorização da contribuição da cultura negra nas escolas como estratégia de superação do racismo e da discriminação racial.

Os alunos da EEEFM Padre Francisco Berton, sob coordenação dos Professores Guilherme Piedade e José Eurico, durante toda manhã ensinaram aos participantes do evento algumas variações do Mancala, jogo africano atualmente jogado em toda a África, ao sul da Ásia e na maior parte da Oceania.
Equipe da COPIR

Jogos Africanos
Jogos Africanos
Marcaram também presença na programação a ACAFUM – Associação Cultural Amigos e Filhos da Umbanda que em conjunto com o GERMA – Grupo de Estudos de Religiões de Matriz Africana na Amazônia - promoveram o “Batuque na Praça” em comemoração à lei nº. 12,644 de 16 de maio de 2012 que institui o dia 15 de novembro como Dia Nacional da Umbanda, ato institucional que reconhece a liberdade de culto contra os paradigmas de intolerância religiosa.

GERMA
As apresentações culturais ficaram por conta dos Dj's Ras Margalho, Vitor Pedra, Nonato Computer, Xula Roots, o Grupo de RAP Trilha do Canal e Visão Noturna, Banda More Fyah e o Grupo Tambor de Crioula Filhos de Cururupu.
Banda More Fyah
Grupo de RAP Vida Noturna

A programação continuou as 15h no Espaço do Reggae com a promoção da Feijoada Roots.

Debate aborda Direitos Territoriais Quilombolas

Convite para a Mesa Redonda

Direitos Territoriais de Indígenas e Quilombolas Face à Campanha de Desterritorialização
Data: 28 de novembro de 2012
Local: Auditório do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos/NAEA-UFPA.

Horário: 16:30 h 

Participantes:
  • Luiza Betanha Alcântara (MALUNGU)
  • Eliana Teles (PPGA/UFPA)
  • Nilma Bentes (CEDENPA)
  • Alfredo Wagner Berno de Almeida (PNCSA)
  • Girolamo Treccani (ICJ/UFPA)
  • Almires Martins Machado (PPGA/UFPA
  • Rosa E. Acevedo Marin (UFPA/PPGA/PNCSA).
Na ocasião também ocorrerá o lançamento do livro "Quilombolas: reivindicações e judicialização dos conflitos".

Altamira abre inscrição para Processo Seletivo Especial do curso de Etnodesenvolvimento


Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Especial 2013-4 do curso de Bacharelado em Etnodesenvolvimento, ofertado pelo Campus da Universidade Federal do Pará em Altamira. São 45 vagas para a modalidade de regime intensivo. As inscrições serão admitidas exclusivamente via internet, no endereço eletrônico http://www.ceps.ufpa.br, das 8h do dia 30 de outubro de 2012 às 23h do dia 13 de dezembro de 2012, horário de Belém.

Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão encerra o mês da consciência negra no Campus de Marabá


A lei 10639/2003 incluiu no currículo oficial de toda a rede de ensino brasileira, a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira" e também definiu o dia 20 de novembro como "Dia Nacional da Consciência Negra", esta legislação foi considerada um marco na busca pela igualdade racial no País. Neste mês de novembro, marcando as lutas sociais da população afro-brasileira, o Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Relações Étnico-Raciais, Movimentos Sociais e Educação - N'umbuntu, do Campus da UFPA em Marabá, promove uma série e ações voltadas ao conhecimento da cultura e história negra, além de discutir sobre os rumos do ensino desta temática nas escolas. É o I Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão “Consciência Negra para Valer”, Curso de Extensão Iniciativas Negras regional: Trocando Experiências.
Do dia 30 de novembro a 01 de dezembro, no Campus universitário de Marabá, o N'UMBUNTU realizará atividades em parceria com a Universidade Federal do Ceará, mais especificamente com o N’blac, um núcleo ligado a UFC, que organiza o Curso de Extensão em Iniciativas Negras, reunindo ativistas do movimento negro em âmbito nacional com o objetivo de trocar experiências, participar de oficinas, assistir aulas e refletir sobre as questões ligadas ao debate contemporâneo sobre relações raciais e anti-racismo.

Seduc promove jogos africanos em shopping de Belém






O projeto Jogos ao Redor do Mundo da escola estadual Pe. Francisco Berton, do bairro do Tapanã, em Belém do Pará, visitou o Shopping Pátio Belém na Semana da Consciência Negra.
Coordenado pelos professores Guilherme Piedade e José Eurico, o projeto formou uma equipe de alunos/as que atuam como facilitadores para o grande público que procura aprender sobre os diversos jogos de origem africana.

"Esses jogos estimulam a integração escolar e exercício de lógica, assim como o jogo de xadrez", ensina o professor Guilherme. Sendo que, pedagogicamente, contribuem para a inserção de conteúdos curriculares que contemplem a Lei 10.639 que versa sobre o ensino da história e cultura africanas e afro-brasileiras.
A Copir apoia o projeto e já o inseriu em seus projetos para 2013, visando ensinar os jogos africanos para escolas de mais de 40 municípios do Pará.



CONVITE DE 10 ANOS DO GEAM



SEMINÁRIO:
NEGRITUDE EM MOVIMENTO
10 ANOS DO GRUPO DE ESTUDOS AFROAMAZONICO

De 10 a 12 de dezembro de 2012

1º Dia. 10 de dezembro de 2012.
Manhã
Palestra de Abertura: Prof.Dr. Marco Antonio Domingues UNIR.
1ª Mesa-Redonda: 10 anos do Negro em Movimento na Universidade. Trajetórias do GEAAM.
Palestrantes: Raimundo Jorge Nascimento de Jesus; Eleanor Gomes da Silva Palhano, Bruno Borda, Zelia Amador de Deus.
Mediador: Apolinário Alves Filho.
Local: LAANF

Tarde
2ª Mesa-Redonda: Ações e Reações dos Afro-religiosos em Belém.
Palestrantes: Arthur Leandro Instituto Nanjetu, Edson Barbosa Catendê Afaia, Mãe Nalva Acyomi e Rede Saúde, Jorge Farias OAB, Domingos Conceição.
Mediador: Raimundo Jorge Nascimento de Jesus
Local: LAANF

Fim da Tarde
Lançamento do Workshop – Artistas de Terreiro (Gep Roda de Axé)
Abertura da Exposição Reis Africanos (Casa Brasil África) e Fotografias de Deise Loide.
Local: a ser divulgado


2º Dia – 11 de dezembro de 2012.
Manhã
Palestra: Prof.Dr. Jose Renato Baptista UERJ – “Sè tou melanje: uma etnografia sobre o universo social do vodu haitiano”

1ª Mesa-Redonda: “Quem é de axé diz que é”
Palestrantes: Pai Luis Tayandô,Mãe Nanjetu, Mãe Bete de Bamburucema, Pai Walmir, Mãe Jocolossi, Pai Gilmar, Mãe Kátia Haddad ou Mãe Vanda.
Mediador: João Simões Cardoso Filho
Local: LAANF

Tarde
Palestra: Prof.Dr. Ivair dos Santos -
2ª Mesa-Redonda: A Lei 10.639 em ação.
Palestrantes: Exposição dos trabalhos do curso de especialização com debates.
Mediador: Zélia Amador de Deus.
Local: LAANF

Noite
Exibição e debate de filmes africanos
Mediadores: Casa Brasil-África e estudantes africanos
Local: LAANF


3º Dia – 12 de dezembro de 2012.
Manhã – Mini curso:
08 hs as 10hs - Racismo uma Introdução – Prof. Ms Raimundo Jorge Nascimento de Jesus
10hs as 12hs - Comunidas e territorialidade – Prof. Dr. Assunção Pureza Amaral
Local: LAANF

Tarde – Mini curso:
14hs as 16hs - Religiões de matriz africana no Pará – Profa. Dra. Marilu Márcia Campelo
16hs as 18hs - Poética e Literaturas Afro-brasileiras – Profa. Dra. Zélia Amador de Deus
Local: LAANF

Noite
Exibição e debate de filmes africanos
Mediadores: Casa Brasil-África e estudantes africanos
Local: LAANF


INSCRIÇÕES COM ANTECEDÊNCIA:
Informações: afroamazonico@gmail.com ou tel: (91)3201-8365
Haverá certificado para quem tiver 80% de frequência.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Dia da Consciência Negra na Escola Estadual EFM “Coronel Sarmento”

 
 A Escola Estadual EFM “Coronel Sarmento”, localizada no distrito de Icoaraci - Belém/PA, promoveu no dia 23 de novembro o Dia da Consciência Negra numa Programação que mobilizou toda Comunidade Escolar desde a ornamentação da Escola .

Durante a abertura do evento as entidades ali representadas destacaram a importância das Escolas Públicas promoverem atividades que valorizem e respeitem às pessoas negras, sua cultura e história a fim de contribuir com a formação de gerações que possam respeitar as diversidades constantes no nosso país e na nossa região. 

Grupo de Atletismo do MAIS EDUCAÇÃO - Contou a história dos
Medalhistas das Olimpíadas de 1968 Tommie Smith e John Carlos (USA) e
dos "Panteras Negras"


Dança do Lundu
Dança do Kuduro
Concurso Beleza Negra
Concurso Beleza Negra







































Viva Zumbi dos Palmares! Não ao Racismo! foram as palavras de ordem que embalaram a Programação do Evento que contou com a a exposição fotográfica África: Olhares Curiosos - do professor da UFPA Hilton Silva que retrata a vida e história do povo africano - e apresentações de resultados de pesquisas realizadas pelos alunos do Programa MAIS EDUCAÇÃO, Grupo de Capoeira de Icoaraci, música e dança de matriz africana e o concorrido Concurso da Beleza Negra.