Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

quinta-feira, 14 de março de 2013

Escolas públicas do Pará se mobilizam pela educação das relações étnico-raciais


Escolas dos municípios de Soure e Salvaterra em caminhada contra o racismo no Marajó
  Encerra neste 15 de março o prazo para que as escolas públicas estaduais do Pará apresentem seus projetos e ações de valorização da diversidade étnico-racial como uma estratégia pedagógica de combate ao racismo no ambiente escolar.
A Seduc, através de sua Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial – Copir, visa articular a implementação da Lei 10.639, aprovada a dez anos atrás e que institui obrigatoriedade do ensino sobre História e Cultura Africanas e Afro-Brasileiras. Com esta medida, reconhece-se que, além de garantir vagas para negros nos bancos escolares, é preciso valorizar devidamente a história e cultura de seu povo, buscando reparar danos, que se repetem há cinco séculos, à sua identidade e a seus direitos.
A relevância do estudo de temas decorrentes das produções socio-históricas afro-brasileiras e africanas não se restringe à população negra, ao contrário, diz respeito a todos os brasileiros, uma vez que devem educar-se enquanto cidadãos atuantes no seio de uma sociedade multicultural e pluriétnica, capazes de construir uma nação democrática.
Para saber mais desta mobilização é só acessar o blog www.copirseduc.blogspot.com.

Para saber mais clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário