Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

quinta-feira, 21 de março de 2013

Calendário escolar da rede estadual terá as relações étnico-raciais como temática

Da Redação : Agência Pará de Notícias
 
A Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial (Copir) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), organiza, junto às escolas, o calendário de mobilização e a proposta para inclusão da temática das relações étnico-raciais no calendário escolar, como determina a Lei 10.639, que institui a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Africanas e Afro-Brasileiras na Educação Básica.
O objetivo de organizar um calendário é romper com o pensamento de falar de cultura afro-brasileira somente próximo ao dia 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, e sim abordar o tema durante o ano todo. Além do dia 20, as ações também terão como alvo os dias 18 de março (Dia Estadual e Municipal da Umbanda e dos Cultos Afro-brasileiros); 21 de março (Dia Internacional de Luta conta a Discriminação Racial); 11 de maio (Dia Nacional do Reggae - data de morte do cantor Bob Marley, em 1981); 13 de maio (Dia de Denúncia contra o Racismo); 25 de maio (Dia da Libertação da África); 25 de julho (Dia da Mulher Afro-latino-americana e Caribenha); 31 de julho (Dia da Mulher Africana) e 15 de outubro (Dia Nacional da Umbanda e cultos afro-brasileiros).

A Seduc do Pará promove a formação inicial de professores da Rede Pública de Ensino, com o projeto Afro-Pará, que consiste na formação dos professores para as relações Étnico-Raciais. Este projeto foi criado em 2011 e já atendeu 437 educadores de 11 municípios. Para este ano de 2013, estima-se o atendimento de 600 professores de 10 municípios, entre eles Chaves, Quatipuru, Juruti, Cumaru do Norte, Terra Santa e Faro.
Depois da Publicação da Lei 10.639, o Conselho Nacional de Educação aprovou as diretrizes curriculares para a Educação das Relações Étnico-Raciais e o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras e Africanas a serem executadas pelos estabelecimentos de ensino de diferentes níveis e modalidades, cabendo aos aos sistemas de ensino orientar e promover a formação de professores e supervisionar o cumprimento das diretrizes. Mais informações: www.copirseduc.blogspot.com.


Texto:
Eliane Cardoso - Seduc

Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8802-0325
Email: comunicacao@seduc.pa.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário