Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

41º Festival de Iemanjá de volta às origens na praia do Cruzeiro


41º Festival de Iemanjá de volta às origens na praia do Cruzeiro.
O festival de Iemanjá,evento realizado no dia 7 de dezembro,este ano será realizado pelas comunidades tradicionais de terreiros que quiserem se somar nesta tradição,a proposta é de que nos reunamos em Icoaraci na praia do cruzeiro,onde começou a realização das oferendas em homenagem a rainha do mar em dezembro de 1971, pelas matriarcas e fundadoras do festival de Iemanjá.

Entenda porque este ano o festival  não será em Outeiro
No ano de 1986 o evento passou a ser realizado no outeiro na praia grande, por questões meramente políticas na época. Hoje o festival de Iemanjá, evento tradicional que é realizado durante 40 anos, se vê ameaçado de não acontecer, sem nenhuma explicação convincente o organizador do evento, que diga-se de passagem nem é umbandista ou afro-religioso, decidiu a revelia dos participantes do evento, não articular as parcerias, desta feita ficando a festividade sem "infra "suficiente para sua realização,alegando falta de verba, notícia que se deu de forma desrespeitosa, pois foi passada,de boca em boca e acanhadamente por uns ,e a poucos dias do evento.diante de tal arroubo de poder, desrespeito a memória das mães que iniciaram estas homenagens e do povo de santo e simpatizantes, lideranças dos diversos seguimentos da religião de matriz africana, ligadas ao movimento social afro-religioso do estado do Pará e a instituições que estão na vanguarda de luta das inúmeras bandeiras que servem de trincheira aos paradigmas da intolerância contra o povo do santo,o povo de terreiro,resolvem em unanimidade se posicionar, através da carta denúncia dirigida as importantes redes midiáticas do estado, redigida por Mametu Kaianileji (Kátia Hadad) afro-religiosa, sacerdotiza e liderança do candomblé angola,conselheira estadual de políticas de promoção da igualdade racial, diretora social e membro da coordenação executiva do INTECAB/PA e filha biológica de maria de Nazaré Andrade,matriarca e uma das fundadoras do festival de Iemanjá, falecida em setembro de 2008.
ATENÇÃO:

O FONSAPOTE-PA disponibilizou 10 ônibus para o transporte das comunidades de terreiros que quiserem participar do festival de Iemanjá na sexta-feira, dia 7 de dezembro na Praia do Cruzeiro em Icoaraci. Os interessados deverão entrar em contato URGENTE com Mametu Katia Hadad pelo fone 82206238.
Texto: Katia Hadad
Arte: Marcel Franco

Nenhum comentário:

Postar um comentário