Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

quinta-feira, 31 de março de 2016

Liderança negra feminina é tema de debate na UFPA


Nesta quinta-feira, 31 de março, o Grupo de estudos e pesquisa NosMulheres organizará o Seminário “Lideranças Negras: Vidas em luta, discriminação racial e injustiças sociais”, em alusão à data de 21 de março, Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Social. O objetivo do encontro é trazer à tona um tema ainda pouco discutido e negligenciado pelas correntes de pensamento, que é o protagonismo de mulheres negras à frente de movimentos que são redefinidos, rearticulados sob novas necessidades e demandas em seus territórios. O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser feitas no dia e local.

O papel do grupo é de articulador estratégico de iniciativas que reinscrevam a raça e/ou etnia como componente simbólico instituinte de sujeitos sociais inter-relacionados com gênero e classe. Esses contextos remetem a padrões tradicionais rígidos de desigualdade de gênero, cor e classe e às suas inter-relações, tornando-se mais imperativa a retomada deste foco de análise e interpretação para o campo de estudos voltados para as Regiões Norte e Nordeste.
“A Região Norte do Brasil possui os piores indicadores sociais deste vasto país. O Estado do Pará é um exemplo dos piores indicadores econômicos do País, além das enormes desigualdades sociais e do crescimento desordenado, que também ostenta altos índices de violência contra quaisquer grupos locais que se organizem para defender seus direitos. Neste Estado, a pobreza e a falta de acesso à educação formal, somadas à desigualdade de gênero, comprometem o seu desenvolvimento social. Questões vinculadas aos direitos das mulheres, das crianças e de adolescentes, à violência e mulher, à juventude e violência e às relações raciais e suas inter-relações mostram-se de grande relevância político-econômico-cultural para a realidade local e regional”, afirma o grupo organizador do seminário.
Missão - O Grupo NosMulheres tem como objetivo: produzir projetos acadêmicos, articulados à realidade do Norte do País; empoderar mulheres negras nas diversas áreas e setores da vida sociopolítica; dar visibilidade às questões de gênero e de etnia por meio de projetos que englobem novas temáticas de cunho fundamental para a análise de fenômenos sociais; incentivar a extensão de projetos que forneçam serviços para as mulheres em situação de violência doméstica e familiar e sobre as discriminações sexuais ou étnico-raciais.
Além disso, o NosMulheres tem instrumentos sociais para formação de uma rede com universidades, instituições públicas, ONGs, órgãos e entidades comunitárias, nacionais e internacionais, sob a tematização das relações raciais e de gênero como incentivo à disseminação de debates acadêmicos, conjugados à produção de pesquisa de fôlego no âmbito da UFPA, com os movimentos sociais e com a sociedade mais ampla.
O grupo atua, também, para fortalecer outros que já são consolidados e assessorar pesquisas que se dedicam à temática de gênero e de suas transversalidades que privilegiem a tematização das relações raciais no País. “É nesse sentido que o NosMulheres é importante para a comunidade acadêmica da Universidade Federal do Pará (UFPA) e para a sociedade civil de Belém e de toda a Região Norte de uma maneira geral”, diz o grupo organizador.
As áreas de atuação do grupo são: mídia e racismo; juventudes negras; gênero e violência; gênero e práticas educacionais; ações afirmativas em benefício das populações negras; masculinidades negras; trans, travestis negras, estética e performances de gênero e sexuais; lesbianidades negras e feminismos negro. O evento terá início às 14h, sem atraso, e o encerramento será às 16h30, já que, às 17h, será a concentração do segundo ato em defesa da democracia. A programação contará com a exibição do filme “Libertem Angela Davis” e um debate com Cristina Oshai, Leila Leite e Mônica Conrado.

Serviço:
Seminário “Lideranças Negras: Vidas em luta, discriminação racial e injustiças sociais”
Data e horário: 31 de março, às 14h
Local: Auditório da Reitoria
Inscrições: no horário e local do evento

Texto: Elisa Vaz – Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Alexandre Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário