Acesse a Plataforma MADAE

Acesse a Plataforma MADAE
Curso Afro-Pará

EXPOSIÇÃO "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS", Hilton Silva

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Consciência negra todos os dias: "Coronel Sarmento" mobiliza comunidade escolar.



Auditório lotado e atento
A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Coronel Sarmento promoveu no dia 28 de novembro uma extensa programação alusiva ao Mês da Consciência Negra. Toda a escola foi mobilizada em diversas atividades educativas e culturais que refletiam sobre a importância de se combater o racismo em todas as relações no ambiente escolar e fora dele.

Mesa de abertura
Na mesa de abertura a professora Elayne Oliveira e o professor Edvan Costa, representando a escola, demonstraram as ações desenvolvidas durante o ano dentro dos programas Mais Educação e Mais Cultura na Escola, que relacionam conhecimentos teóricos e práticos sobre cultura e história africana e afro-brasileira, conforme orientam as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais / Lei 10.639.
O sociólogo Tony Vilhena, representante da Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial (Copir/Seduc), ressaltou a importância da escolar dinamizar ações educativas antirracistas, pois "assim como aprendemos a ser racistas, podemos aprender e disseminar posturas e atitudes que respeitem e valorizem a diversidade humana, se comprometendo com a luta contra todas as formas de preconceitos".
O Grupo de Estudos Afro-Amazônicos (Geam/Ufpa) foi representado por Alef Monteiro. "Durante toda minha vida escolar eu nunca tive esta oportunidade de falar sobre o problema do racismo na minha escola, então, este espaço construído aqui (na escola Coronel Sarmento) é de fundamental importância por garantir que um grande grupo de pessoas dialoguem sobre o assunto", disse Monteiro.
Larissa Oliveira, ex-miss Beleza Negra da escola
e agora atual Miss Pará
Com muito entusiasmo, o auditório acolheu a fala da modelo Larissa Oliveira. Ela era estudante da escola quando foi convidada para participar do concurso "Beleza Negra" na programação do Mês da Consciência Negra do ano anterior. Larissa foi a vencedora do concurso, o que lhe rendeu um convite para uma agência de modelos. Em pouco tempo, a história ficou mais bonita ainda. Com muito trabalho e determinação, representando o município de Colares, Larissa Oliveira venceu o concurso de beleza Miss Pará, vindo ficar entre as dez melhores colocadas no Miss Brasil 2014.

Palestra do Dr. Jorge Farias

A palestra ficou por conta do renomado advogado dr. Jorge Farias, presidente da Comissão de Igualdade Racial e Etnias da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PA). Dr. Farias falou sobre "violência, segurança pública e racismo".
Aconteceram exposições sobre arte, culinária e personalidades afro-brasileiras, coordenadas pela professora Vera Moraes e pelo professor Augusto Mota. Simultaneamente, no auditório, o Projeto de extensão "Axé e Tambor" (Proex/Ufpa) promoveu a oficina de fanzine. Nos corredores e pátios houve exposição dos trabalhos de bijuteria, estamparia em tecidos, produção de bonecas Abayomis e produção de vídeo-documentários do programa Mais Cultura.

Grupo de percussão da escola
O agito cultural ficou por conta do Grupo de Percussão, fruto da oficina de percussão do Mais Cultura, apresentações de danças e teatro, oficina de grafitagem com Preto Michel, representante do Coletivo Rodovia Crew, e o aguardado concurso Beleza Negra 2014.



Alan Oliveira (1º ano)
Bianca, Daniele, Thais e Lidiane (2º ano)


Gastronomia afro-brasileira


Oficina de documentário


Texto: Tony Vilhena para Copir

Nenhum comentário:

Postar um comentário